segunda-feira, 5 de maio de 2014

"Sentimento É questão de território Da não pesquisa de política externa, Uma vez que não explora Amores passados. É solo infértil, Terra de desabrigados. Crise anunciada À imaginação já tão prejudicada. É questão de dúvida Pedido de decoro A beijos e louvores sofridos e torturados. É um querer tão constante, É discursar emoção por meio de palavras, De um coração que, Depois de inúmeras falhas, Permanece refugiado"
Isadora Egler

Nenhum comentário: